Brincadeiras da nossa época

Genius

Papai, que tal curtir o Dia dos Pais com muitas brincadeiras, inclusive com as que você curtia quando era somente filho?

A nossa colunista para o assunto mais importante da infância (o brincar) sugere que amanhã você marque um encontro entre a criança que você foi e o seu filho.

Eu já marquei o tal encontro! Amanhã o dia é do #pd3, mas vou apresentar para os meus pequenos um brinquedo que eu adorava: o Genius (na sua versão para iPad, mas tá valendo). :)

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Brincadeiras

Olá! Vamos brincar?

Não sei se vocês sabem (ou lembram), mas, como diz a música de Adriana Partimpim, “todo mundo foi neném”, mesmo quem hoje é pai, até mesmo eu e você… Falo assim porque muita gente esquece mesmo que já foi criança um dia, principalmente quando vira pai ou mãe, até porque são tantas as responsabilidades que dá medo mesmo. Então a gente acaba vestindo a armadura superpoderosa de adulto e deixa a criança bem guardadinha lá dentro, bem no fundo da nossa alma…

Mas sabe o que mais? Não existe melhor forma de voltar a ser criança do que (re)vivendo com uma, ainda mais se essa uma (ou duas ou três, no meu caso) representa a sua eternidade! Então, meus caros, minha proposta para esse final de semana de Dia dos Pais é que vocês revivam a sua infância com os seus pequenos!

Esqueçam os iPads, iPods, iPhones e todos esses ai-ai-ais e afins (inclusive porque, admitamos a idade, isso não existia na sua época de criança, mesmo que pareça que tudo isso sempre esteve ali) e mostrem às crianças do que vocês gostavam de brincar quando eram assim, pequenos, como eles. Talvez eles não acreditem que vocês já foram um dia crianças, mas quando a empolgação for tomando conta de vocês, ninguém vai poder dizer se tem algum adulto naquele meio, ou quem é mais novo dos dois (ou três ou quatro…)

Semana passada meu marido apresentou uma vitrola para nosso filho mais velho. Imaginem a incredulidade da criaturinha ao tentar entender como é que a música saía da agulha. Ele deve ter achado que nós somos muito esquisitos mesmo! Imagina!!! Uma música só pode sair de um mp3, no máximo, de um CD!

Foi interessante a excursão ao passado para todos nós envolvidos! Sempre vemos cenas como essa na nossa loja: pais, mães e avós empolgadíssimos com nossos brinquedos tradicionais, que fizeram parte da sua infância, e passando a mesma paixão por aquele brinquedo para a sua criança. É lindo demais de se ver!

E sabe o quê? Criança gosta de brincar, não quer saber se o brinquedo é digital ou analógico! O que faz a grande diferença, nos dois casos, é que o digital muitas vezes isola, enquanto o analógico agrega, principalmente se tiver emoção envolvida, como no caso do pai que apresenta o seu brinquedo ao seu herdeiro.

Então, pais, aproveitem este dia dedicado a vocês e o dediquem à sua criança, àquela que ainda mora dentro de você e àquela que está ao seu lado! Procurem nos seus guardados o brinquedo querido, ou, na memória, a brincadeira favorita e esqueçam que já cresceram, que são adultos e que tem responsabilidades. Deixem isso para a segunda-feira! Vivam o Dia dos Pais com quem lhe deu esse status e viva-o plenamente, sem medo de ser criança de novo!

Feliz Dia dos Pais e boa brincadeira!

Até a próxima!

Assinatura Virginia

Comente, compartilhe! :)