Desfralde DIURNO: chegou a hora

Diquinhas para quem vai começar a dar tchau às fraldas

Desfralde

Adivinhem quem pediu para fazer xixi sentadinha no vaso sanitário? Pois é… A Dona Vivi. Por coincidência, hoje, ao buscá-la na escola, a Professora veio me perguntar quando iniciaríamos o desfralde. Iniciaremos imediatamente, ora! :)

Claaaaaro que já consultei todas as minhas fontes (professora, pediatra e psicológica) para desenvolver um método infalível até parece para passarmos por mais uma etapa importante do desenvolvimento infantil.

Vivi está pronta e eu também (veremos)!

Vamos lá:

– É possível iniciar o desfralde a partir de 1 ano e 6 meses. Aqui vamos começar aos 2 anos e dois meses.

– Para saber se a criança está pronta, observe se ela amanhece com a fraldinha seca, se avisa que está fazendo xixi na fralda, se fica incomodada com fralda suja ou se demonstra curiosidade quando está no banheiro com você.

– Constatou que chegou a hora? Converse com o seu filho. Diga que ele cresceu, que não é mais um bebezinho e que ele está pronto para ficar sem a fraldinha, somente com a calcinha/cuequinha. Se for menina, a mamãe deve mostrar como usar o vaso sanitário. Se for menino, o papai deve mostrar.

– Compre um penico ou um adaptador infantil para vaso sanitário (redutor de assento). Caso opte pelo penico, este deve ficar no banheiro.

– Se a criança frequenta creche ou escola, o processo deve ser feito em conjunto. De nada adianta deixar a criança sem fralda em casa se na escola/creche, ela usará. Converse com a professora/cuidadora, diga que iniciará o processo e sigam em parceria.

– Da mesma forma, uma vez iniciado o desfralde, ao sair de casa durante o dia, não se deve colocar fralda para não confundir a criança. Sem fraldinha em casa, na escola e durante os passeios.

– Considerando que, no início, a criança não vai pedir para ir ao banheiro, você deve levá-la várias vezes ao longo do dia, mas sem estressa-la.

– Certamente você terá algumas (ou muitas) vezes o número 1 ou o número 2 espalhado pela casa. Aliás, “acidentes” são esperados até os 4 anos. Nada de broncas! Controlar o xixi e o cocô é um aprendizado.

– Fez nas calças: como lidar? Sugere-se aguarde um pouco antes de limpar a criança, para que ela sinta o incômodo que é ficar suja (não se se vou conseguir fazer isso). Depois, deve-se ir ao banheiro e, com ela, limpar tudo. Se for cocô, deixe que ela te ajude a jogá-lo no vaso sanitário e a dar descarga (complexo, porém possível).

– Segredo do sucesso: a paciência. Temos que passar segurança e tranquilidade, ensinando que usar o banheiro é algo natural. Também vale elogiar o xixi e o cocô feitos no vaso sanitário e dar tchau quando der descarga.

Quanto ao desfralde noturno… Bem, esse é assunto para outro post.

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)