Dicas para aumentar o repertório alimentar do seu filho

Alimentos monótonos x Alimentos divertidos

alimentos divertidos

Oi, queridos!

Com carinha de reestreia, hoje o assunto é a alimentação do bebê!!

Vocês já ouviram falar em alimento monótono? Pois é, tem alimentos que  possuem o mesmo sabor, textura e consistência do começo ao fim. Normalmente isso acontece com os alimentos industrializados. Por exemplo: quando preparamos o leite do bebê artificialmente, usando fórmulas e as medidas orientadas pelo fabricante, o leitinho terá sempre o mesmo sabor, textura e consistência do começo ao fim da mamadeira, todos os dias. Parece meio obvio, né? Mas isto não acontece com o leite materno. No início da mamada ele é mais aguadinho e vai engrossando do meio pro fim. O sabor também muda de acordo com a alimentação da mamãe, claro que isso é bem sutil, mas suficiente pra estimular o paladar da criança.

As frutas também são, vamos dizer assim, animadinhas.  A parte mais perto da casca é, normalmente, mais docinha. Perto da semente, costuma ser mais azeda. E o sabor também muda de acordo com a safra, região e se ela está mais verde ou mais madura. Já um pacote de biscoito, um iogurte… Terão sempre, sempre, o mesmo sabor e consistência, do começo ao fim do lanche, toooodos os dias.

E quando a gente prepara o almoço da criança, amassando e misturando tudo, também fica monótono. Ela não vai identificar o gosto da batata, do jerimum, da beterraba. Isoladamente e, do começo ao fim, a refeição terá o mesmo sabor.  Esse é um dos motivos que muitos pediatras e odontopediatras orientam dar o alimento mais separadinho.

Estimular o paladar da criança desde o primeiro ano de vida com alimentos “animados” vai fazer com que ela conheça os diversos níveis de acidez, consistência, temperatura, sabor, textura… E aumente o leque de possibilidades dela gostar de uma variedade maior de comidinhas saudáveis…

Bom, né?

Beijosss

Tita.

Tita

Tita é Dra. Cristiana da Fonte, Odontopediatra de Vivi, Mateus e Mário Neto e mãe de Nanda, Gui e Digão.

Comente, compartilhe! :)