Fada-dentista: respiração e a síndrome do respirador bucal

Criança dormindo, respirando pela boca? Pode ser a síndrome do respirador bucal! Esse é o assunto do post de hoje, da nossa querida Fada-Dentista, a Dra. Cristiana da Fonte.

Respiração-pela-boca

Oi oi oi, queridos!!! Nossa… Tenho tanta coisa pra falar… Então pensei numa coisa bem importante pra este nosso encontro… Respiração!!! Como assim, respiração, né??  Bem, pra uma fada-dentista que pratica yoga, respiração é tuuudo! hehehehe

E, olha só, vocês não concordam que respirar é mais importante do que mastigar?? E tem mais: respiração também é coisa de dentista, genteeee! Quando descobrir isso fiquei muito mais feliz por ser dentista, então fui estudar com uma turma que se preocupa demais com a respiração das crianças. Vajam só o que eu aprendi.

Nós iniciamos o desenvolvimento da respiração ao nascer. Respirar pelo nariz é o normal, pois deste modo o ar é aquecido, lubrificado e umedecido antes de chegar aos pulmões. Quando este padrão se altera e a criança passa a respirar pela boca, temos o que chamamos de síndrome do respirador bucal ou oral.

O mais importante é saber que respirar pela boca não é um hábito, é uma doença. Ninguém respira pela boca porque quer, mas porque precisa. Além disso, respirar pela boca causa uma série de alterações muito importantes e acentuadamente deletérias para ser considerado apenas um hábito, combinado?

Então, para que a criança tenha um tratamento adequado, muitas vezes é necessário que médico, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e DENTISTA estejam juntos nessa. Uma das causas mais frequentes da respiração bucal é o estreitamento da maxila, ou seja, da boca que, obrigatoriamente, provoca um estreitamento no nariz. O osso é o mesmo! Sabiam disso? Por isso, quando a boca está pequena, o nariz também está; e com o nariz estreito, fica mais difícil de respirar. Entenderam? E por que a boca fica pequena? Por que as crianças estão mamando menos e usando mais a chupeta e a mamadeira. Mas isso é uma outra conversa…

Então, com aparelhinhos apropriados para expandir a maxila, o dentista pode ajudar muito no restabelecimento da respiração nasal.  Eu mesma tenho ajudado um monte de crianças a respirar melhor e isso tem me deixado muito, mas muito feliz mesmo!!

Aí vão algumas dicas para que você possa identificar se sua criança respira pela boca: sono agitado; bruxismo; ronco; pesadelos recorrentes; terror noturno; apneia do sono; ansiedade; irritabilidade; síndrome do déficit de atenção e hiperatividade; arcos dentários estreitos; dentes apinhados; dentes superiores projetados para frente; queixo para trás; alimentação acompanhada de muito líquido; mastiga de boca aberta…

Beijinhos no coração!

Tia Tita :)

TitaTia Tita é Cristiana da Fonte, Odontopediatra de Vivi, Mateus e Mário Neto e mãe de Nanda, Gui e Digão.

Comente, compartilhe! :)