Fada-dentista: traumatismo dentário

Acreditam que a cárie não é o principal motivo das visitas ao dentista? Hoje o que mais leva os pequenos ao consultório é o traumatismo dentário. Esse é o assunto do post de hoje, da nossa querida Fada-Dentista, a Dra. Cristiana da Fonte. Dentinho quebrado Oi oi oi queridos!!! Antigamente, mas nem tão antigamente assim, a grande causa de tratamento odontológico era a cárie, principalmente nas crianças, não era? E hoje? Ah, hoje a prevalência de cárie diminuiu bem muito e isso aconteceu por que as pessoas compreendem melhor a causa desta doença e conseguem preveni-la. Foi bom, não foi? Um avanço e tanto na odontologia e na saúde das pessoas. Mas tem uma coisa que eu tenho visto muito lá no consultório e que a prevenção é mais difícil: o traumatismo dentário. Nossa!! Acho que toda semana eu recebo uma criança que sofreu trauma nos dentes!! É impressionante!! E existem várias complicações, a depender da intensidade do trauma. Em alguns casos, o dente fica amolecido. Pode acontecer fratura só na coroa, fratura da raiz, o dentinho pode sair do lugar, entrar e até cair completamente. E isto pode acontecer tanto na dentição de leite quanto na permanente e, ainda, em um só dente ou em vários. Ai ai ai… Acontece mesmo. E o que fazer, né? Bom, claro que vai depender da gravidade da situação, mas uma coisa é certa: você vai precisar falar com o Odontopediatra da sua criança, por que determinados procedimentos devem ser realizados rapidamente. Assim, há chances de diminuir os danos causados pelo traumatismo. As crianças pequenininhas sofrem mais traumas porque a coordenação motora ainda está imatura, mas as maiores não ficam muito atrás. Como as brincadeiras e os esportes são mais radicais, vez por outra eu recebo um grandinho que quebrou o dente da frente!! É um susto danado pra todo mundo, né não? Dia desses atendi um rapazinho de uns 8 anos que quebrou o dente jogando espiribol (ou espirobol), só que ele estava jogando com a cabeça rsrsrsrs. Outro quebrou o dente na borda da piscina, outro bateu a boca na cabeça do irmão, outro caiu no parquinho… Coitados dos anjinhos da guarda dessas crianças rsrsrs. Realmente, nestes casos a prevenção é difícil. Mas uma ideia boa é o protetor bucal para aqueles que praticam esportes radicais!! É uma plaquinha de silicone, tipo a dos lutadores de boxe, que é feita pelo dentista, na medida da boca do atleta. Tita

Beijinhos no coração Um Natal bem lindo E um 2014 maravilhoso!!!

Tia Tita

 

Comente, compartilhe! :)