Fala que eu te escuto: overbooking na escola

Mãe e boadrasta vão à escola buscar as crianças e...

DivaMeu marido me pediu para ir buscar minha enteada na escola. Chegando lá, encontrei com a mãe da criança. Cumprimentei, mas ela virou o rosto e pegou a criança bruscamente pelo braço e eu me afastei. O comportamento foi tão absurdo e a situação foi tão chata que até as professoras vieram comentar comigo. Como lidar com esse tipo de pessoa, que não respeita sequer a própria filha? Sou casada há anos e essa pessoa não consegue evoluir ou pelo menos entender que relacionamento só existe quando as duas pessoas querem?  Ela nunca foi casada com o meu marido!  Quando engravidou dele, nem namorados eram! O que eu tenho a ver com isso? NADA!

Querida, antes de mais nada, parabéns pelo seu comportamento e pela sua preocupação. Coisas de boadrasta mesmo e de quem tem berço, educação.

O comportamento da mãe da sua enteada foge completamente da sua esfera de competência. Infelizmente, você não tem como impedir que ela submeta a própria filha a constrangimentos. Mas você pode evitar esse tipo de situação: não indo à escola ou, se for necessário, esperar pela criança no carro (se isso for possível).

A mãe pode até ter razões para ressentimentos. Não desconsidero isso em absoluto. O que não podemos achar normal é ter um comportamento deselegante (digamos assim) na presença da criança e no ambiente escolar, entre professores e coleguinhas. Imagine como a pequena não se sentiu!

Lidar com a mãe da sua enteada é responsabilidade do seu marido, não sua. Acalme o coração e deixe o acontecido (e essa pessoa) para lá.

Você tem amor por sua enteada e por isso escreveu prá nós. Tenho certeza. Sendo assim, pense na sua pequena, faça o que puder para que ela tenha conforto (principalmente emocional) quando está com você. O que fugir do seu controle… Paciência. Faça a sua parte e seja feliz na sua família mosaico. <3

Ignore tudo de ruim que vier da mãe da criança e tente valorizar o que tiver de bom, pelo bem da sua enteada. Que a ilustração do post, uma brincadeira em meio a assuntos tão sérios, te inspire.

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)