Hoje o dia é da mamãe, de novo!

É que lá em casa tem Dia da Tia, gente!

Amanheci com aquele meu piado e vi que mamãe foi chorar. Que drama por uma asminha de nada. Só porque a minha última crise durou 45 dias e terminou domingo passado. Dei remédio pro meu sapo e depois tomei o meu, com meus irmãos. Na boa!

Por falar em irmãos, hoje, por causa deles, o dia é da mamãe, de novo! Vamos almoçar em um lugar que ela adora e que, por acaso, posso ir (tem espaço sem ar-condicionado). Pois é… Aquela senhora de branco, que me cutuca, me proibiu de ir a lugares fechados, ainda mais nessa época de chuva. Aquela livraria grande que eu gosto, nem pensar!

Dia da Tia. Alguém sabe do que se trata? Tem a ver com o fato dos meus irmãos às vezes estarem aqui, às vezes não. Sabiam que não temos a mesma mãe?

Não ter a mesma mãe, beleza. Só não gosto porque eles não dormem aqui todo dia. É assim: quando eles estão aqui, a mãe deles fica com saudade; quando eles não estão, eu, mamãe e papai ficamos com saudade. E eles? Será que têm saudade o tempo todo?

Os irmãos

1 – Totó me ensina a fazer GOOOOOOL;

2 – Joga Xbox comigo;

3 – Tetê me calça;

4 – Dança comigo;

5 – Eles me encaixotam e me arrastam pela casa.

Acho que essa família é o maior presente para a minha coroa. Mas tomara que o papai tenha comprando alguma coisa de ouro. Eu disse prá ele! : )

Bom domingo, famílias!

Um beijo,

Vivi.

Comente, compartilhe! :)