O nosso Marial

Consagração da família à Mamãe do Céu

Nossa Senhora

Eu e Mário nos relacionamos intimamente com Deus, mas do nosso jeito. Não frequentamos missas, não rezamos novenas, não acendemos velas… Mas, ainda assim, andamos de mãos dadas com Ele e com toda a galera do céu.

Religiosidade, para mim, não seria um dos critérios determinantes para a escolha da escola da nossa filha. Entretanto, para atender um desejo do pai da criança (e por se tratar de uma excelente instituição de ensino), Vitória está matriculada em uma escola tradicional católica.

Durante o mês de maio, as crianças e as famílias vivenciam o Marial, o mês de Maria. Ontem recebemos um presente direto do Céu, através da nossa mocinha.

Na bolsa da escola veio a imagem de Maria, a Bíblia da Vivi e um tutorial para consagrarmos a nossa família à Mamãe do Céu. Querem saber? Foi lindo! Se duvidar, não cabiam tantos anjos na nossa sala para testemunhar um momento tão sublime entre pai, mãe, filha, Papai do Céu e Mamãe do Céu.

Marial 1

Deveríamos escolher um local de destaque, onde todos pudessem ver Maria. Depois, um adulto deveria acender uma vela (como não tínhamos velas brancas em casa, acendemos uma rosinha, de aniversário; acho que Maria não se importou). Mário leu a consagração; eu li a Bíblia… Nunca tínhamos rezado assim, juntos, pela nossa família.

Marial 4

Retomei o contato com a minha fé durante a gravidez de Vivi. Depois, com o diagnóstico dela, mais uma vez senti o quanto é estruturante acreditar que existe alguém maior, olhando por você e por quem você ama. Pelo jeito, Vivi veio não só para me ensinar a ser mãe dela, mas também para me ensinar a ser filha de Deus.

Obrigada infinito, filha.

Mamãe.

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Pra conversar: Grupo de Mães e Madrastas

Comente, compartilhe! :)