Vitorina Alfreda (nome científico da Vivi)

image

De vez em quando compartilham no FB fotos de minimicrobebês prematuros que merecem curtidas e tal. Todos merecem. Mas a questão é: quando vou parar de chorar ao ver essas imagens?

Vivi foi prematura. Prá família: assunto superado. Prá mim: um drama. Hoje ela é uma gostosura normal e saudável. Mas ainda não esqueci que ao nascer ela pesava 1605 kg e media 39 cm.

Foram 20 dias de hospital, sendo 17 de UTI. Todos já esqueceram, menos eu. Detesto levá-la prá vacinar porque lembro das várias furadinhas que ela levou no hospital. Pior ainda é lembrar que ela não teve todo o colo que eu queria dar, porque era melhor ficar na incubadora. E voltar prá casa sem ela? Muito choro e ranger de dentes. Santo PD3!

Método infalível para perder todo o peso adquirido na gravidez: filho na UTINeo. Não recomendo.

Mamães que por ventura estejam nessa situação, tenham fé. Eu nunca pensei que a Vitória fosse morrer e, graças a Deus, ela está aqui. Vá todos os dias bem bonita ficar com seu bebê, pelo tempo que o hospital permitir. Antes do que você imagina, estarão todos em casa.

Nesse contexto, nós que somos frágeis. Esses bebezículos são fortalezas. Podem acreditar.

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)