Sabrina Sato escuta o batimento cardíaco da filha no primeiro Dia das Mães

Apresentadora emociona seguidores ao mostrar a ultrassom da primeira filha

Grávida da primeira filha, Sabrina Sato ganhou de presente nesse Dia das Mães o prazer de escutar os batimentos cardíacos da nenê (quem é mãe lembra da emoção que é).  A apresentadora, que faz questão de dividir com seus fãs cada momento da gestação, publicou esse vídeo no seu Instagram.

Ao lado do noivo, Duda Nagle, Sabrina falou que esse era a melhor benção que poderia ter no Dia das Mães.

“Meu maior presente neste dia tão especial é ouvir o seu coração batendo forte dentro de mim. Obrigada meu Deus”, escreveu.

Diversos internautas se emocionaram com a postagem da apresentadora em uma data tão especial. “É um presente de Deus”, escreveu uma fã. “Muito feliz por vocês”, comentou um seguidor. “Força, vai dar tudo certo”, escreveu outro.

No vídeo em que é possível ouvir os batimentos cardíacos da bebê Sabrina fala: ela é muito guerreira, muito forte, né, porque gente, não é fácil.

Nomes

Sabrina também já tem uma lista de nomes para a bebê. Em um vídeo gravado antes da descoberta do sexo do bebê, havia nomes para os dois gêneros. “Eu penso nos nomes desde que eu era adolescente: Bem, Noé, Charlote, Dara, Serena… Murilo, Mia, Olívia, Anja, Nirvana, Paz, Laila, Matilda, Dalia… Adoro Matilda! Francesca! Mas Francesca com cara de japonesa acho que não vai combinar, mas eu gosto”, disse.

A gestação

Em entrevista ao apresentador Rodrigo Faro, a apresentadora, que está entre nove e dez semanas de gravidez, revelou que fez uma pausa nos compromissos para cuidar da filha: “Eu tive que parar tudo, parar minha vida, para cuidar desse bebê. Mas acho que essa pausa também é uma pausa que talvez o bebê precisava para se conectar comigo. Pra falar assim: ‘Calma, eu tô aqui mãe. Olha pra mim, para de ficar só trabalhando”.

“O bebê está extremamente saudável, coração batendo certinho, no tamanho ideal, se movimentando. Todo dia para mim é uma vitória. Eu tenho um hematoma subcoriônico, também chamado de descolamento ovular. Quando eu fui internada, eu tive uma hemorragia. Achei que naquela hora tinha perdido o bebê. É uma falha entre o saco gestacional e o endométrio, onde forma um hematoma, um coágulo de sangue“, completou.

A gente fica aqui torcendo para que essa princesa chegue ao mundo cheia de saúde!

E você lembra do momento que ouviu o batimento do seu/sua pequeno/ pequena pela primeira vez? É momento apaixonante né? Conta pra gente como foi.

 

Equipe Não é a Mamãe

Comente, compartilhe! :)