Sai: berço. Entra: cama

Tudo que precisamos saber para que nosso ex bebê passe a dormir na cama

Berço
Vivi se despedindo do berço… Fofa, né?

Qual o momento certo para trocar o berço pela cama? Não há uma idade predefinida e claro que isso varia de criança para criança. Normalmente acontece entre 2 e 3 anos. O imprescindível é que ela ande sem apoio e com segurança.

Quando o berço começa a ficar perigoso em função das tentativas de evasão do local, ele deve que ser substituído. Vivi começou a fazer umas escaladas malucas e achamos que havia chegado a hora. Como o berço dela era daqueles que se transforma em minicama, a logística foi simples. Saiu berço; entrou cama!

Conversamos, explicamos que ela estava grandinha, que não era mais um bebezinho e que passaria a dormir na caminha, tal qual os irmãos.

Como cama é bem baixa, optamos por não colocar grade de proteção, para que ela desenvolvesse a noção de espaço. Como no início as quedas são inevitáveis, colocamos um colchão fofo ao lado da cama.

Na primeira semana registramos em média três “quedas” por noite, mas nada que abalasse o sono da garota. Por várias vezes pegamos a mocinha dormindo no chão, tadinha.

Mas rapidamente ela se acostumou com a novidade e abaixo está a foto da primeira vez em que ela dormiu a noite inteira sem cair.

Cama
Primeira noite sem cair da cama :)

A minha grande preocupação era que ela acordasse de madrugada e saísse perambulando pela casa. Assim, sempre deixei as portas de todos os cômodos fechadas, principalmente varanda e cozinha. Fizemos a transição há mais de um mês e ela ainda não deu uma de exploradora noturna.

No início, quando acordava, me chamava pela babá eletrônica. Esta semana começou a sair do quarto e bater na nossa porta. Mas, repito: nada que abale o sono da família. Conduzimos gentilmente a mocinha aos seus aposentos e ela volta a dormir.

Já disse aqui… Não temos mais bebê em casa. É uma menininha que nos surpreende à cada dia.

E aí? O processo foi tranquilo também? Conta pra gente!

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)