Semana mundial de aleitamento materno… Dos prematuros também!

Aleitamento - dia mundial

Espero que hoje, em tantas UTIs Neonatais espalhadas pelo mundo, milhares de microbebês estejam mamando, sentindo o calor do corpo da mamãe e recebendo a melhor fórmula de leite já fabricada.

Não pude amamentar a Vitória na primeira hora porque ela, ao nascer, só me deu um beijinho rápido e correu prá UTI. Nos primeiros dois dias de vida dela também não nos encontramos, porque eu estava me recuperando de uma cesariana nada amiga.

Só amamentei minha filha em seu terceiro dia de vida, quando pude pegá-la no colo pela primeira vez.

Compartilho com vocês a foto do nosso primeiro “mamá”, na UTI do hospital, com a ajuda dessa super enfermeira que, com muito carinho, monitorou esta primeira saída da incubadora e me deu todas as dicas para o início da jornada que é a amamentação.

Amamentar exige muito esforço do bebê. Assim, o prematuro de baixo peso, após mamar, precisa de um complemento. Estão vendo na foto um fiozinho, que sai do nariz da Vivi? É uma sonda. Após cada mamada ela recebia mais leitinho pela sonda, para evitar que ela emagrecesse.

Com o tempo a sonda foi substituída por um copinho. Várias vezes por dia eu era “ordenhada”, para que o complemento alimentar fosse meu.

Dar o peito para essa moça foi um grande desafio. Amamentar um prematuro é igual a amentar um bebê nascido a termo, só que não!

Quando fomos prá casa, o tal complemento passou a ser dado de mamadeira. Eu não tinha coragem de dar leite no copo. E se eu engasgasse o bebê?

A partir daí iniciou-se a batalha peito X mamadeira. Aos quatro meses a mamadeira venceu. A Vitória dava escândalo para mamar, afinal de contas tomar leite na mamadeira é bem mais cômodo.

Tudo poderia ter sido diferente se eu tivesse feito translactação…

Muito amor e muito leite materno: é o meu desejo para bebês, mamães e papais.

Mais alguns desejos:

– Que a amamentação se torne uma parada tão normal que nem precise de semana mundial.

– Menos culpa para a mamãe que não conseguiu amamentar, por qualquer motivo.

– Que quando todas nós tivermos uma licença maternidade de seis meses, ela seja ampliada para um ano. #sonhomeu

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)