Sete atividades divertidas e estimulantes para crianças de dois/três anos

Já contei que Vivi não está indo para a escola e que uma das minhas grandes preocupações diz respeito à rotina doméstica dela.
Pensando em como fazer para que ela, no dia a dia, se divirta e seja estimulada, pedi ajuda à Jana, super psicopedagoga que conheci através do Instagram! Ela assina o perfil @filhoterapia e sabe tudo sobre diversão e estímulo ao desenvolvimento infantil. 
A querida istaAmiga topou e estreia hoje como nossa colunista, com sugestões de atividades para se fazer EM CASA com crianças de 2 a 3 anos. Eu amei!

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Atividades crianças 2 anosQueridos leitores,

Vocês e seus filhos com idades entre 2 e 3 anos vão poder aprender e se divertir com as atividades aqui propostas, além de estimular o raciocínio, o movimento e as habilidades de seus pequenos. As atividades também são boas sugestões para dindas, vovós, titias e babás que estejam sem ideias para interagir com as crianças. 
Uma observação: como a criança é muito pequena, você precisa ajustar suas expectativas. Tente não se irritar nem se frustar caso seu filho não demonstre interesse pela atividade. Siga os sinais que ele dá e adapte as atividades ou então faça uma nova tentativa em algum outro momento. Esses aspectos são de extrema relevância para o bem estar e aprendizado de ambos.
Vamos às sugestões?
1 – Rasgadura
Material necessário:  papel crepom ou jornal.
Estimula a força, coordenação e percepção viso-tátil-motora.
2 – Jogos de memória (de cores, formas ou animais)
Material necessário: jogos com no máximo 6 peças, as quais devem ser grandes.
Excelente atividade para desenvolver o raciocínio lógico, a fala, a memória fotográfica e a diferenciação.
3 – Montar quebra cabeças (com fotos da família, animais de estimação ou cômodos da casa)
Material necessário: fotos, EVA, cola e tesoura.
Colar as fotos no EVA e recortar em no máximo 4 partes, em linhas horizontais ou verticais. A atividade estimula o reconhecimento, a atenção, a fala e a cognição.
4 – Confecção de colares com macarrão
Material necessário: macarrão, anilina comestível e barbante.
As crianças devem colorir os macarrões com a anilina e, depois de secos, colocar um a um no barbante. Esta brincadeira estimula a cognição da sequência lógica com cores, contagem e psicomotricidade. E mais: trabalha o movimento de pinça-fina, ideal para habilidades manuais e fortalecimento dos dedos, o que favorecerá na hora da escrita de nossos filhos.
5 – Pintura a dedo, com esponja, pincéis ou com as mãos e pés
Material necessário: tinta comestível, esponjas, pincéis grandes, jornal ou papel branco.
Deixar a criança à vontade para sentir a diferença entre as texturas, sensações e mistura das cores. A apropriação desse conjunto através do toque fortalece a afetividade, a imaginação, a fala, a diferenciação e a coordenação tátil-motora.
6 – Brincar de criar, de casinha, de super herói e de faz de conta
Usar os brinquedos das crianças para criar e recriar histórias, estimulando a imaginação, a fala correta, a cognição e o vínculo afetivo entre os familiares.
7 – Imitar: rir, chorar, dar gargalhadas, fazer caretas, piscar
Material necessário: carinho, amor, atenção e filhoterapia.
Vocês vão se surpreender com a forma com a qual os pequenos nos reproduzem detalhadamente. A atividade estimulará a troca de muitos abraços e beijos, além da atenção, da fala, da percepção e da cognição
Lembrem-se que nesta fase as crianças aprendem pelo estímulo e repetição, então vocês devem relembrar sempre as atividades feitas anteriormente (oralmente ou pela visualização de fotos).
Espero que vocês e seus filhos aprendam brincando com muita alegria!
Beijos coloridos e muito amor no coração.
Assinatura Jana
 
Comente, compartilhe! :)