Sou brasileira…

E este post não tem nada com a Copa América ;)

image

Hoje tomamos café da manhã juntos, fora de casa.

Eu não ia. Porque quando ele está engenheiro é acelerado demais. O que ele mais diz de manhã cedo em casa é: – Bora, bora, bora! Apressando a mim, aos meninos, ao passarinho na varanda, ao elevador, ao trânsito…

Mas hoje ele me convidou para tomar café da manhã 4 vezes! Eu disse que ainda não estava pronta e ouvi: – Eu te espero. Eu disse que não estava a fim de agitação e ouvi: – Sério? Você não vai comigo?

Chegamos à padaria de sempre e ele sabia que eu não queria pão, mas tapioca. Perguntou como estava a laranja e, como ela estava limão, pediu o meu café com leite. .

Riu comigo quando contei para a Dona Raquel, do caixa, que tinha saído escondido da Vivi. Que havia inclusive calçado os sapatos no hall para que ela não acordasse e fizesse seu tradicional escândalo matinal ao me ver sair.

Já já ele fará 38 anos, dos quais 9 foram vividos totalmente grudados comigo. Grude do nosso jeito, sabe? Meio que cada um na sua, mas com direito até a crises de ciúmes de vez em quando.

De presente de aniversário, ele vai receber um susto. Já ensaiei até meu discurso… “Marido, te amo muito e ainda não desisti de ter mais um filho com você. Se temos medo da minha gravidez, vamos adotar? Esquece a crise, a Dilma, o orçamento, a República… Vamos fazer mais uma criança enlouquecidamente feliz? Vamos deixar mais um adulto saudável pra melhorar esse mundo maluco?”. Espero que ele sobreviva. E a resposta for não… Eu sou brasileira!

ATUALIZAÇÃO: Por favor, amigos! Sem spoiler! Deixa eu mesma assustar o cara!

Comente, compartilhe! :)