Trabalhando em casa: nove dicas para separar o home do office

Home office
Trabalhando em casa assim, relaxado e com o filho no colo? Sei…

Pane no meu sistema MODE ON.

Cabô carnaval, Feliz ano novo. E agora? #comofaz pra ficar assim, trabalhando em casa de boa como o moço da foto?

Como fazer com que os humanos com os quais coabito entendam que eu trabalho em casa, o que não significa dizer que estou a inteiro dispor de todos como se não tivesse um ofício?

Vitória, marido, funcionárias, minha mãe… Me deixo interromper o dia inteiro, posto que não estabeleci limites rígidos neste quesito. Como um dos objetivos de trabalhar em casa era justamente estar presente, deixei que esta necessidade impactasse diretamente a minha produtividade.

Sabe maratonista que não corre? Pois é.

Se você, assim como eu, sempre trabalhou fora e está se adaptando ao home office, as dicas a seguir vão te ajudar bastante:

1 – Há, sim, uma carga horária mínima a ser cumprida.

2 – Todos devem ser avisados de que você está em casa, mas trabalhando, ou seja: indisponível.

3 – O “não posso” deve ser utilizado sem qualquer cerimônia.

4 – Não ter rotina é pra lá de perigoso; se você não quiser voltar a ter, planeje seu dia e cumpra;

5 – Começou? Termine. O parágrafo; o post; o capítulo; o livro.

6 – Sábado e domingo são, sim, dias úteis.

7 – Trabalhar no horário em que estiver mais disposta é permitido; trabalhar sempre no mesmo horário é recomendável.

8 – Tenha sempre à mão a sua to do list e faça primeiro o que for mais importante, mais trabalhoso ou menos legal.

9 – Sim, você trabalha em casa. Mas também pode trabalhar em um café, em um espaço de coworking…

É home office, galere! Não é o office da mãe Joana!

Beijos,

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Pra conversar: Grupo de Mães e Madrastas

Comente, compartilhe! :)