Viajando sem filhos

10 dicas para ir e voltar tranquila (mais ou menos)

Noronha

Levanta a mão quem vai viajar sozinha com o marido no carnaval!! Tô aqui toda, toda… Meio de coração apertado porque vamos deixar a galera em casa, mas animadaça! Vou curtir romance em Noronha! Woohoooooooo!

Para a família estar feliz o casal tem que estar mais do que feliz, não é verdade? Seu eu fosse vocês, faria a mesma coisa. Ficaremos 06 dias longe de casa. Mas vocês podem ficar 2 ou 20, em Bali ou em uma praia perto de casa. Importante mesmo é namorar, conversar, ter algum silêncio… Tudo que a gente até consegue fazer estando em casa, mas com muita arte/logística/paciência.

Então… Segue passo-a-passo infalível (vamos crer) para que todos fiquem bem enquanto papai e mamãe providenciam mais uma criança se divertem por aí:

Tudo indica que vou ficar...
Tudo indica que vou ficar…

1 – Antes de tudo, coragem, mulher! As crianção não vão ter um treco porque você não estará por perto por alguns dias. Você pode até ter, mas elas não terão. Converse com elas. Explique que papai e mamãe vão passear. Sim, fale a verdade! Nada de dizer que a viagem é a trabalho. Papai e mamãe vão passear porque precisam se divertir e fazer coisas legais sozinhos. Coisas de adulto.

2 – Escolha alguém da sua confiança e que esteja disponível para cuidar da turminha na sua ausência. Aqui será assim: os meninos ficarão na outra casa e a menina ficará na nossa casa, com a Vovó e com a babá. Tenho certeza de que um exército de familiares vai se disponibilizar, nem que seja para fazer um mega revezamento: basta você pedir.

3 – Deixe a casa abastecida e uma reserva financeira para eventualidades (táxi, remédios, algum item que você esqueceu de comprar…).

4 – Prepare uma lista com o nome de todos os médicos, familiares e vizinhos amigos e entregue à alma caridosa que ficará com as crianças. No nosso caso, esta lista mora na porta da geladeira, desde o final da licença maternidade.

5 – Separe os documentos (carteiras de plano de saúde, RG, carteira de vacinação etc) das crianças e deixe em um local de fácil acesso. Da mesma forma, faça uma listinha com as recomendações caso tenham febre, dor, tosse e tudo mais.

6 – Arrume as malas com antecedência e se programe para ficar linda todos os dias. O maridão merece e você também! Eu montei praticamente um enxoval de lua de mel! hahahahhaha

7 – Prepare-se para não ter hora para dormir, acordar, sair, chegar, comer, andar sem roupa… Vivenciar o que só é possível quando não estamos com os filhos. Procure se desligar e relaxar. Aliás, vamos mudar esse tempo verbal: se desligue e relaxe. Serão poucos dias e passa rápido. Enjoy!!!!!

8 – As crianças sentirão saudade, claro, mas isso não significa que elas vão correr para falar ao telefone quando você ligar. Assim, administre caso elas não queiram falar e guarde esse amor todo para a volta pra casa. Se controle!

9 – Brigar é terminantemente proibido. Com razão ou sem razão, com motivo ou sem motivo. Vocês têm a vida inteira para acertar os ponteiros e debater a relação. A viagem é para curtir o lugar e a companhia um do outro: nada mais.

10 – Na volta, prepare uma programação especial para a família. Vamos levar a galerinha para Porto de Galinhas e logo todos esquecerão que, por míseros 6 dias, papai e mamãe foram prioridade.

Beijos e boa viagem!

Bianca.

bianca@naoeamamae.com

Instagram: @blognaoeamamae

No facebook: Blog Não é a Mamãe!

Comente, compartilhe! :)